sexta-feira, julho 26, 2013

Janelas, claraboias e escolhas sustentáveis


Casa aposta no vidro e na reutilização de materiais



Gosto e estilos à parte, não erra quem afirma que a boa arquitetura contemporânea é feita de soluções práticas, a partir dos (cada vez mais escassos) recursos existentes. Para ampliar uma casa em Sydney, na Austrália, o projeto do arquiteto Christopher Pollyapenas acrescentou espaço aos dois andares que já existiam, no lugar de reerguer outra construção. O restante da casa foi revitalizado com mudanças simples, como a substituição de materiais e a abertura de janelas e claraboias.

O espaço anexado se incorporou ao restante da morada, seguindo a configuração arquitetônica original, que remete à forma de uma catedral. A escada, criação do novo projeto, integra os dois andares por meio de um pequeno mezanino com vidro. Por falar no material, ele ocupa posição de destaque na residência. Encontra-se em múltiplas janelas, além de ocupar o lugar de algumas paredes e partes do telhado.

A utilização do mesmo vidro em portas de correr e janelas que se abrem de forma criativa resultam num lar em que o nível de luz e a sensação térmica podem ser facilmente controlados. Esta segunda função é ajudada por paredes com forte isolamento. A priorização do vidro para a ventilação e para a entrada de luminosidade, além de garantir um lar sempre agradável, abre a construção às duas árvores do jardim, proporcionado uma sensação de proximidade com a natureza.

Seguindo a filosofia da reutilização, tijolos de demolição foram usados para reforçar as paredes, aumentando o isolamento térmico. Para evitar o sacrifício de novas árvores, empregou-se madeira antiga para revestir o deque do jardim.

A decoração que complementa o projeto arquitetônico se pauta basicamente no branco e na madeira, com pequenas inserções de cor em alguns objetos, como almofadas e centros de mesa. Nota-se também uma ou outra peça assinada, como os banquinhos transformados em mesa de centro da sala de estar, desenhados por Alvar Aalto. Um projeto onde ideias simples têm resultados grandiosos.

































Fonte: Casa Vogue 

Um comentário:

  1. Que sonho de casa
    pena nosso arquiteto não ter conseguido algo assim, na minha futura casa :/

    ResponderExcluir